Quer aprofundar seus conhecimentos em mídias sociais?

Se você tem promovido campanhas no Facebook há um tempo, é muito provável que já tenha deixado passar algum erro de informação ou de digitação, certo? Apesar dos inúmeros recursos publicitários que a plataforma oferece, editar uma publicação impulsionada ainda gera dores de cabeça nos profissionais de marketing.

A publicidade no Facebook é uma das melhores maneiras de promover seus produtos ou serviços. Milhares de anunciantes confiam em sua infinidade de opções de publicidade para produzir resultados sólidos nos negócios.

No entanto, a maioria ainda escolhe o caminho mais longo para as tarefas mais simples, desperdiçando um tempo precioso de trabalho.

Se você prefere gastar seu tempo com questões estratégicas em vez de lidar com problemas mundanos e demorados, então precisa conhecer um truque para configurar ou editar o seu anúncio no Facebook. E é por isso que estamos aqui. Acompanhe!

O problema

A situação é muito comum para quem trabalha com conteúdo ou tráfego no Facebook. Você escreve um anúncio, impulsiona a campanha e, depois de um tempo, percebe que cometeu alguns deslizes. Seu texto precisava de uma vírgula, por exemplo.

Então, você descobre que não pode editar o seu anúncio. Isso acontece porque o Facebook, apesar de disponibilizar inúmeros recursos para a publicidade na plataforma, não permite edições em postagens associadas a anúncios.

E isso não é válido apenas para Ads ativos, mas também se se aplica a postagens vinculadas a campanhas que foram concluídas há muito tempo.

Quando isso acontece, você tem duas opções: relaxar e deixar a campanha do jeito que está, ou excluir o anúncio e postá-lo novamente. Ao deletá-lo, a postagem é desassociada do anúncio e pode ser editada (pelo editor de páginas do Facebook) e agora você pode configurar o Ad desde o início.

Tenha em mente que simplesmente pausar o anúncio não funciona, e você mesmo assim não conseguiria editar a postagem. Isso ocorre porque um anúncio pausado ainda associa uma postagem a um anúncio, apesar de não estar mais ativo. Você precisa excluir completamente o anúncio para desvincular a postagem e redefini-la desde o início quando a edição for feita.

O problema disso é que, ao apagar a publicação, você perde todos os dados de resultados que coletou (comentários, curtidas e compartilhamentos) até então.

Nenhuma dessas opções parece ser a ideal, não é mesmo?

A solução

Em vez de fazer todo esse trabalho de excluir, reescrever e impulsionar a campanha novamente, existe um método muito mais simples para resolver o problema.

Não exclua o anúncio configurando-o desde o início. Basta pausá-lo e, em seguida, selecionar uma postagem diferente da postagem anunciada e fazer o upload das alterações. Dessa forma, você não precisa excluir nada e a postagem em questão deixa de ser associada a um anúncio e pode ser editada. Após a alteração, basta selecionar a postagem editada e reativar o anúncio.

Então:

  1. pause o anúncio;

  2. selecione “alterar publicação” ou “inserir a identificação da publicação”;

  3. coloque outra postagem no lugar;

  4. publique a campanha novamente.

Ao fazer isso, você pode voltar para o post e notar que a opção “editar publicação” estará disponível de novo. Assim, você consegue fazer a edição necessária e repetir o processo, inserindo a publicação correta de volta na campanha.

Se você costuma manipular os Ads de diversas páginas, esse pequeno truque economizará muito tempo, sem mencionar que evitará que você crie os mesmos anúncios já publicados.

Apenas certifique-se de que você tenha:

  • pausado o anúncio ao selecionar uma postagem diferente; e

  • feito o upload das alterações para que elas possam entrar em vigor.

Simples, não é mesmo?

É muito comum cometermos erros gramaticais e ortográficos nos textos de anúncios, e ninguém está livre de se enganar e digitar informações equivocadas nos Ads. Mas agora você já sabe como editar uma publicação impulsionada no Facebook de maneira simples, sem perder seus dados. Apenas lembre-se de revisá-la bem, ok?

Que tal aprofundar seus estudos e saber mais sobre campanhas e segmentação no Facebook e Instagram com a Petit? Conheça o nosso curso de Formação em Social Media EAD!

Quem escreveu este post?

Mariana Klein

Fundadora da Petit Mídias Sociais, Professora de Marketing Digital e Consultora de Mídias Sociais com mais de uma década de experiência.

Sou Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e minha especialidade é   Performance de Campanhas em Mídias Digitais (Social Ads, Google Ads, Native Ads), com mais de 250 clientes já atendidos em toda a América Latina.   Sou professora há quase 20 anos, atualmente na disciplina de  Marketing Digital na Especialização em Comunicação e Marketing Estratégico  (Faculdade Senac Porto Alegre) e na disciplina de  Métricas de Mídias Sociais no MBA em Mídias Sociais Digitais  (Universidade Franciscana – Santa Maria / RS). 

Quem escreve o blog?

Oi, eu sou a Mariana Klein, fundadora da Petit Mídias Sociais.
Sou Mestre em Administração pela Univ. Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e minha especialidade é Performance de Campanhas em Mídias Digitais, com 250+ clientes já atendidos na América Latina.
Sou professora (há 20~ anos), atualmente leciono as disciplinas de Marketing Digital e Métricas em Mídias Sociais em programas de Pós-Graduação  em Comunicação e Marketing Estratégico (Faculdade Senac Porto Alegre) e no MBA em Mídias Sociais (Universidade Franciscana – Santa Maria / RS), respectivamente.

Instagram
Fazer 𝘂𝗺𝗮 𝗯𝗼𝗮 𝗹𝗶𝘀𝘁𝗮 𝗱𝗲 𝗲𝗺𝗮𝗶𝗹𝘀 é essencial para sua #EstratégiaDeEmailMarketing dar certo. Por isso, é preciso construí-la organicamente, com a autorização dos contatos, e fugir de artimanhas como a compra de listas prontas, que só trazem prejuízos.⁣
Com um bilhão de pessoas usando o Instagram todos os meses, ele é uma 𝗽𝗹𝗮𝘁𝗮𝗳𝗼𝗿𝗺𝗮 𝗰𝗼𝗺 𝗴𝗿𝗮𝗻𝗱𝗲 𝗽𝗼𝘁𝗲𝗻𝗰𝗶𝗮𝗹 𝗱𝗲 𝗥𝗢𝗜. Mas para colher os frutos, você não precisa apenas de um público, você precisa de envolvimento (comentários, compartilhamentos, curtidas, etc.).⁣
Mais uma vez o 𝐖𝐡𝐚𝐭𝐬𝐀𝐩𝐩 está no topo do ranking dos apps mais populares no Brasil. De acordo com os dados do Digital in Brazil 2021, do We Are Social e Hootsuite, ele é o 2° app mais usado por aqui - 91% das pessoas usam o app mensalmente. Ele fica atrás apenas do YouTube (96%). Depois deles estão o Facebook (89%) e o Instagram (86%).⁣
Muito mais que uma plataforma de compartilhamento de fotos, o Instagram lançou uma tonelada de 𝗿𝗲𝗰𝘂𝗿𝘀𝗼𝘀 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝗮𝗷𝘂𝗱𝗮𝗿 𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗮 𝘃𝗲𝗻𝗱𝗲𝗿 𝗱𝗶𝗿𝗲𝘁𝗮𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲 𝗱𝗼 𝗮𝗽𝗹𝗶𝗰𝗮𝘁𝗶𝘃𝗼.⁣
Você sabia que ⅓ dos 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺 𝗦𝘁𝗼𝗿𝗶𝗲𝘀 mais vistos são de empresas? Que 50% 𝗱𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗻𝗼 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺 𝗻𝗼 𝗺𝘂𝗻𝗱𝗼 𝗶𝗻𝘁𝗲𝗶𝗿𝗼 𝗰𝗿𝗶𝗮𝗺 𝗽𝗲𝗹𝗼 𝗺𝗲𝗻𝗼𝘀 𝘂𝗺 𝘀𝘁𝗼𝗿𝘆 𝗽𝗼𝗿 𝗺𝗲𝗻𝘀𝗮𝗹𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲? Que 96% dos profissionais de #Marketing entrevistados pelo Facebook nos EUA têm planos de continuar usando anúncios em histórias nos próximos seis meses?⁣
𝗖𝗵𝗲𝗴𝗮 𝗱𝗲 𝗳𝗶𝗰𝗮𝗿 𝗲𝗺 𝗽â𝗻𝗶𝗰𝗼 𝗰𝗼𝗺 𝗮𝘀 𝗺𝗲𝗻𝘀𝗮𝗴𝗲𝗻𝘀 𝗿𝗲𝗰𝗲𝗯𝗶𝗱𝗮𝘀 𝗽𝗲𝗹𝗮𝘀 𝗿𝗲𝗱𝗲𝘀 𝘀𝗼𝗰𝗶𝗮𝗶𝘀! 😱 Mensagens automáticas podem te ajudar a conversar melhor com o consumidor, mas há alguns detalhes que você precisa considerar:⁣
É hora de deixar pra trás o "não faço ideia do que escrever". Você está preparada para criar anúncios, páginas de venda, posts e e-mails com base em dados e foco em conversão?
𝗤𝘂𝗮𝗹𝗾𝘂𝗲𝗿 𝗽𝗲𝗿𝗳𝗶𝗹 𝗽𝗼𝗱𝗲 𝘀𝗲 𝗶𝗻𝘀𝗰𝗿𝗲𝘃𝗲𝗿 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝘀𝗲𝗿 𝘃𝗲𝗿𝗶𝗳𝗶𝗰𝗮𝗱𝗼 𝗻𝗼 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺. O processo de solicitação é até simples. 𝗦𝗲𝗿 𝗮𝗽𝗿𝗼𝘃𝗮𝗱𝗼 é 𝗼 𝗰𝗼𝗺𝗽𝗹𝗶𝗰𝗮𝗱𝗼. Veja como solicitar o selo:⁣
Em dezembro/2020, principalmente na semana do Natal, a Knewin (empresa de monitoramento de notícias e #MídiasSociais) verificou os assuntos mais comentados no Twitter. Vem ver o que mais repercutiu.