Quer aprofundar seus conhecimentos em mídias sociais?

Talvez você já tenha ouvido falar que o Facebook define o ranking de exibição das publicações usando um algoritmo. Neste post vou explicar para você como ele funciona, para que você possa trabalhar para melhorar o resultado orgânico das suas publicações por lá.

O algoritmo é uma fórmula, é um conjunto de passos para solucionar um problema. E o problema, no caso, é selecionar o que os usuários verão no seu feed de notícias e em que ordem isso será exibido. Essa fórmula está dividida em 4 etapas: Inventário, Sinais, Previsão e Pontuação.

Inventário
A primeira etapa inicia quando o usuário abre seu Facebook. Neste momento o algoritmo faz um inventário, uma lista de tudo o que as páginas e amigos publicaram na rede.

Sinais
Feito o inventário, ele passa a tomar uma decisão sobre o que exibir para o usuário, usando dados que o Facebook chama de ‘Sinais’. Milhares de dados são usados para fazer o ranking do conteúdo neste momento, como quem publicou a história, qual é o dispositivo de conexão do usuário, qual é a qualidade da conexão, horário do dia e muito mais.

Basicamente o Facebook usará as informações já fornecidas pelo usuário em relação ao seu conteúdo preferido, como as páginas que ele decide curtir, seguir ou deixar de seguir. E, além disso, entram também sinais relacionados à quem publica e ao conteúdo em si, como:

– com que frequência aquela página publica?
– esta página já teve feedback negativo?
– quanto tempo as pessoas passam, em média, interagindo com o conteúdo desse autor?
– qual é o engajamento médio das publicações desse autor?
– algum amigo do usuário comentou a publicação?
– as informações da página estão completas?
– quão informativa é a publicação?

Previsões
O Facebook usa os sinais para fazer previsões e calcular probabilidades, por exemplo:

– qual é a chance de aquele usuário comentar, clicar, compartilhar uma história?
– qual é a chance de o usuário achar este conteúdo informativo?
– o conteúdo parece ser clickbait?
– qual é qualidade do site de destino?

Pontuação
Depois de calcular as probabilidades, o Facebook passa a atribuir uma pontuação de relevância, que é um número que representa o quanto o Facebook pensa que você pode estar interessado em uma determinada publicação.

Esse processo vai se repetir todas as vezes que o usuário abrir seu Facebook.

Como otimizar seu conteúdo para o Algoritmo do Facebook?
A primeira coisa a considerar é que o seu conteúdo precisa ser relevante, interessante e acrescentar valor para o público da página. Ele precisa trazer um resultado para o tempo que o usuário investe nele, além de ser compartilhável e incentivar as pessoas a clicarem e comentarem. Se ele não trouxer essas características é possível que as pessoas não se interessem.

E também é importante que o conteúdo seja criado para minimizar o feedback negativo dos usuários e trazer feedback positivo da audiência, como comentários positivos, curtidas e reações positivas, como amar, rir ou se espantar.

Você deve, ainda, manter um fluxo constante de publicações e se preocupar em construir uma audiência real e engajada com o seu produto ou serviço, para isso é possível usar a ferramenta de Informações do Público e criar uma boa segmentação para suas campanhas.

A questão central do conteúdo é responder: como seu produto ou serviço resolve o maior problema do seu consumidor? Tendo isso em mente fica mais simples entender como entregar este conteúdo.


Se você gostou deste post continue construindo conhecimento por aqui:

YouTube | Instagram | Cursos

Categorias:

Quem escreveu este post?

Mariana Klein

Fundadora da Petit Mídias Sociais, Professora de Marketing Digital e Consultora de Mídias Sociais com mais de uma década de experiência.

Sou Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e minha especialidade é   Performance de Campanhas em Mídias Digitais (Social Ads, Google Ads, Native Ads), com mais de 250 clientes já atendidos em toda a América Latina.   Sou professora há quase 20 anos, atualmente na disciplina de  Marketing Digital na Especialização em Comunicação e Marketing Estratégico  (Faculdade Senac Porto Alegre) e na disciplina de  Métricas de Mídias Sociais no MBA em Mídias Sociais Digitais  (Universidade Franciscana – Santa Maria / RS). 

Quem escreve o blog?

Oi, eu sou a Mariana Klein, fundadora da Petit Mídias Sociais.
Sou Mestre em Administração pela Univ. Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e minha especialidade é Performance de Campanhas em Mídias Digitais, com 250+ clientes já atendidos na América Latina.
Sou professora (há 20~ anos), atualmente leciono as disciplinas de Marketing Digital e Métricas em Mídias Sociais em programas de Pós-Graduação  em Comunicação e Marketing Estratégico (Faculdade Senac Porto Alegre) e no MBA em Mídias Sociais (Universidade Franciscana – Santa Maria / RS), respectivamente.

Instagram
Fazer 𝘂𝗺𝗮 𝗯𝗼𝗮 𝗹𝗶𝘀𝘁𝗮 𝗱𝗲 𝗲𝗺𝗮𝗶𝗹𝘀 é essencial para sua #EstratégiaDeEmailMarketing dar certo. Por isso, é preciso construí-la organicamente, com a autorização dos contatos, e fugir de artimanhas como a compra de listas prontas, que só trazem prejuízos.⁣
Com um bilhão de pessoas usando o Instagram todos os meses, ele é uma 𝗽𝗹𝗮𝘁𝗮𝗳𝗼𝗿𝗺𝗮 𝗰𝗼𝗺 𝗴𝗿𝗮𝗻𝗱𝗲 𝗽𝗼𝘁𝗲𝗻𝗰𝗶𝗮𝗹 𝗱𝗲 𝗥𝗢𝗜. Mas para colher os frutos, você não precisa apenas de um público, você precisa de envolvimento (comentários, compartilhamentos, curtidas, etc.).⁣
Mais uma vez o 𝐖𝐡𝐚𝐭𝐬𝐀𝐩𝐩 está no topo do ranking dos apps mais populares no Brasil. De acordo com os dados do Digital in Brazil 2021, do We Are Social e Hootsuite, ele é o 2° app mais usado por aqui - 91% das pessoas usam o app mensalmente. Ele fica atrás apenas do YouTube (96%). Depois deles estão o Facebook (89%) e o Instagram (86%).⁣
Muito mais que uma plataforma de compartilhamento de fotos, o Instagram lançou uma tonelada de 𝗿𝗲𝗰𝘂𝗿𝘀𝗼𝘀 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝗮𝗷𝘂𝗱𝗮𝗿 𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗮 𝘃𝗲𝗻𝗱𝗲𝗿 𝗱𝗶𝗿𝗲𝘁𝗮𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲 𝗱𝗼 𝗮𝗽𝗹𝗶𝗰𝗮𝘁𝗶𝘃𝗼.⁣
Você sabia que ⅓ dos 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺 𝗦𝘁𝗼𝗿𝗶𝗲𝘀 mais vistos são de empresas? Que 50% 𝗱𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗻𝗼 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺 𝗻𝗼 𝗺𝘂𝗻𝗱𝗼 𝗶𝗻𝘁𝗲𝗶𝗿𝗼 𝗰𝗿𝗶𝗮𝗺 𝗽𝗲𝗹𝗼 𝗺𝗲𝗻𝗼𝘀 𝘂𝗺 𝘀𝘁𝗼𝗿𝘆 𝗽𝗼𝗿 𝗺𝗲𝗻𝘀𝗮𝗹𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲? Que 96% dos profissionais de #Marketing entrevistados pelo Facebook nos EUA têm planos de continuar usando anúncios em histórias nos próximos seis meses?⁣
𝗖𝗵𝗲𝗴𝗮 𝗱𝗲 𝗳𝗶𝗰𝗮𝗿 𝗲𝗺 𝗽â𝗻𝗶𝗰𝗼 𝗰𝗼𝗺 𝗮𝘀 𝗺𝗲𝗻𝘀𝗮𝗴𝗲𝗻𝘀 𝗿𝗲𝗰𝗲𝗯𝗶𝗱𝗮𝘀 𝗽𝗲𝗹𝗮𝘀 𝗿𝗲𝗱𝗲𝘀 𝘀𝗼𝗰𝗶𝗮𝗶𝘀! 😱 Mensagens automáticas podem te ajudar a conversar melhor com o consumidor, mas há alguns detalhes que você precisa considerar:⁣
É hora de deixar pra trás o "não faço ideia do que escrever". Você está preparada para criar anúncios, páginas de venda, posts e e-mails com base em dados e foco em conversão?
𝗤𝘂𝗮𝗹𝗾𝘂𝗲𝗿 𝗽𝗲𝗿𝗳𝗶𝗹 𝗽𝗼𝗱𝗲 𝘀𝗲 𝗶𝗻𝘀𝗰𝗿𝗲𝘃𝗲𝗿 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝘀𝗲𝗿 𝘃𝗲𝗿𝗶𝗳𝗶𝗰𝗮𝗱𝗼 𝗻𝗼 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺. O processo de solicitação é até simples. 𝗦𝗲𝗿 𝗮𝗽𝗿𝗼𝘃𝗮𝗱𝗼 é 𝗼 𝗰𝗼𝗺𝗽𝗹𝗶𝗰𝗮𝗱𝗼. Veja como solicitar o selo:⁣
Em dezembro/2020, principalmente na semana do Natal, a Knewin (empresa de monitoramento de notícias e #MídiasSociais) verificou os assuntos mais comentados no Twitter. Vem ver o que mais repercutiu.