Quer aprofundar seus conhecimentos em mídias sociais?

O SEO é um dos assuntos mais comentados quando se fala em Marketing Digital, talvez por isso seja também um dos mais associados à misticismos e conselhos que não fazem muito sentido e não dão resultado. Por isso criei este guia para você entender o que é SEO e por onde começar a cuidar dele no seu site.

SEO é a sigla para a expressão Search Engine Optimization, que em português quer dizer Otimização para Mecanismos de Pesquisa. Ou seja, essas três letrinhas se referem a uma série de conceitos e estratégias relacionados a melhorar como um site é exibido em uma pesquisa.

Repita comigo: SEO não é CEO. O primeiro, pronunciado como éss-i-ou, relaciona-se à otimização. O segundo, pronunciado como si-i-ou, é a sigla de Chief Executive Officer, ou Diretor Executivo em português.

Já tínhamos falado aqui no blog sobre como fazer para seu site aparecer no Google, mas além dessa primeira fase, que é a indexação, é preciso trabalhar constantemente para que a plataforma de pesquisa compreenda que o seu site é o melhor resultado para determinadas palavras-chave. E é aí que entra o SEO.

Basicamente, os robôs que leem o seu site o tempo todo precisam compreender que os usuários estão interessados em ler o que você publica, ver seus produtos ou saber mais sobre a sua empresa, então o seu site precisa não só estar otimizado como também precisa estar atualizado, além de receber visitas constantes. O objetivo é aparecer na primeira página dos resultados de pesquisa.

Um caminho comum para melhorar o tráfego (número de visitas) do site é publicar um blog e compartilhar suas publicações em redes sociais, para que as pessoas tenham um motivo de acessar o seu site. Mas, atenção para um detalhe: não basta as pessoas visitarem, elas precisam permanecer por algum tempo no seu site. Quanto melhor a qualidade do conteúdo, melhor será essa visita e mais razões o público terá para seguir navegando no site.

Vou apresentar cinco pontos simples para você começar a prestar atenção na otimização do seu site e melhorar o seu posicionamento nos resultados de pesquisa.

Nos próximos posts apresentaremos conceitos mais aprofundados do que você pode fazer, ok?

Conteúdo

Os textos publicados no seu site precisam conter as palavras-chave para as quais você quer ser reconhecido e lembrado. Se a sua empresa é um restaurante, pode ser que o seu site precise ser encontrado quando as pessoas pesquisam a palavra restaurante seguida pelo nome da cidade, ou pela expressão onde almoçar em (nome da cidade).

– Crie conteúdo original: copiar textos (plágio) ou duplicar conteúdos pode levar a uma penalização do seu site, chegando a retirá-lo dos resultados da pesquisa.

– Observe a densidade das palavras-chave: a sua palavra-chave deve se repetir de forma constante, você pode planejar que a cada 200 palavras escritas 3 ou 4 sejam a palavra-chave. Use um contador de palavras para descobrir.

– Foco na qualidade: ao usar as palavras-chave desejadas, elas precisam fazer parte do contexto das frases, não adianta inserir uma linha da palavra lá no fim do post com a mesma cor do fundo para “esconder” do leitor, isso também pode levar à penalização. Escreva um bom texto, que atraia o leitor e dê motivos para ser lido até o fim.

Imagens

O Google não lê imagens, mas ele pode ler as descrições e os nomes das imagens que você publica no seu site.

– Atualize as descrições ALT: quando você publica uma imagem, deve associar a ela uma descrição alternativa. Essa descrição é usada para que pessoas com deficiência visual tenham acesso a todo seu conteúdo e nela deve constar sua palavra-chave. Lembre de criar descrições curtas e de fácil compreensão.

– Dê fim às imagens quebradas: aquela imagem que não carrega pode ser um problema para o ranking do seu site, especialmente por diminuir o tempo de navegação e o interesse do visitante. Revise suas imagens e substitua aquelas com problemas.

Meta descrições

Toda página do seu site tem uma meta descrição, que pode aparecer nos resultados de pesquisa ou no compartilhamento do link, e elas são importantes para conquistar a atenção do leitor.

– Revise suas meta tags: elas precisam ser únicas, conter a palavra-chave, e não podem ser copiadas ou duplicadas. Você pode usar uma ferramenta de revisão de meta tags ou o depurador do Facebook para verificar o que está associado à cada página do seu site.

Títulos

O título de cada página do seu site é de fundamental importância para os robôs que fazem a leitura, é a partir do título que a plataforma saberá qual palavra-chave buscar no conteúdo e como entregar este conteúdo nos resultados de pesquisa.

– Revise seus títulos: eles precisam conter a palavra-chave e precisam ser únicos. Cuidado com o tamanho, tente mantê-los com 50 a 60 caracteres.

Links

Use links internos e externos no seu conteúdo. Você pode linkar para outras páginas do seu site (link interno) e pode linkar com outros sites que sejam importantes para o seu leitor (link externo).

– Quantos links posso usar? Tente não usar mais que 100 links em uma página.

– Cuidado com links quebrados: links quebrados – aqueles que levam o usuário para uma página de erro ou direcionam para o lugar errado – podem ser um problema, então vale usar uma ferramenta de verificação dos links publicados no seu site para descobrir quais devem ser atualizados.

– Redirecionamento 301: para as páginas que forem excluídas do seu site lembre de inserir um redirecionamento. O redirecionamento 301 avisa que aquela página não está mais lá, e automaticamente leva o usuário para o novo destino, sem que ele dê de cara com a parede.

Agora que você conhece estes 5 pontos de verificação básica, que tal dar uma conferida no seu site e descobrir se está tudo em ordem? Dá tempo de começar a organizar a casa até o nosso próximo post sobre SEO, hein!


Gostou deste post? Talvez você também goste de:

Ler mais sobre Marketing Digital

Conhecer nossos cursos online.

 

Categorias:

Quem escreveu este post?

Mariana Klein

Fundadora da Petit Mídias Sociais, Professora de Marketing Digital e Consultora de Mídias Sociais com mais de uma década de experiência.

Sou Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e minha especialidade é   Performance de Campanhas em Mídias Digitais (Social Ads, Google Ads, Native Ads), com mais de 250 clientes já atendidos em toda a América Latina.   Sou professora há quase 20 anos, atualmente na disciplina de  Marketing Digital na Especialização em Comunicação e Marketing Estratégico  (Faculdade Senac Porto Alegre) e na disciplina de  Métricas de Mídias Sociais no MBA em Mídias Sociais Digitais  (Universidade Franciscana – Santa Maria / RS). 

Instagram
Fazer 𝘂𝗺𝗮 𝗯𝗼𝗮 𝗹𝗶𝘀𝘁𝗮 𝗱𝗲 𝗲𝗺𝗮𝗶𝗹𝘀 é essencial para sua #EstratégiaDeEmailMarketing dar certo. Por isso, é preciso construí-la organicamente, com a autorização dos contatos, e fugir de artimanhas como a compra de listas prontas, que só trazem prejuízos.⁣
Com um bilhão de pessoas usando o Instagram todos os meses, ele é uma 𝗽𝗹𝗮𝘁𝗮𝗳𝗼𝗿𝗺𝗮 𝗰𝗼𝗺 𝗴𝗿𝗮𝗻𝗱𝗲 𝗽𝗼𝘁𝗲𝗻𝗰𝗶𝗮𝗹 𝗱𝗲 𝗥𝗢𝗜. Mas para colher os frutos, você não precisa apenas de um público, você precisa de envolvimento (comentários, compartilhamentos, curtidas, etc.).⁣
Mais uma vez o 𝐖𝐡𝐚𝐭𝐬𝐀𝐩𝐩 está no topo do ranking dos apps mais populares no Brasil. De acordo com os dados do Digital in Brazil 2021, do We Are Social e Hootsuite, ele é o 2° app mais usado por aqui - 91% das pessoas usam o app mensalmente. Ele fica atrás apenas do YouTube (96%). Depois deles estão o Facebook (89%) e o Instagram (86%).⁣
Muito mais que uma plataforma de compartilhamento de fotos, o Instagram lançou uma tonelada de 𝗿𝗲𝗰𝘂𝗿𝘀𝗼𝘀 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝗮𝗷𝘂𝗱𝗮𝗿 𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗮 𝘃𝗲𝗻𝗱𝗲𝗿 𝗱𝗶𝗿𝗲𝘁𝗮𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲 𝗱𝗼 𝗮𝗽𝗹𝗶𝗰𝗮𝘁𝗶𝘃𝗼.⁣
Você sabia que ⅓ dos 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺 𝗦𝘁𝗼𝗿𝗶𝗲𝘀 mais vistos são de empresas? Que 50% 𝗱𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗻𝗼 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺 𝗻𝗼 𝗺𝘂𝗻𝗱𝗼 𝗶𝗻𝘁𝗲𝗶𝗿𝗼 𝗰𝗿𝗶𝗮𝗺 𝗽𝗲𝗹𝗼 𝗺𝗲𝗻𝗼𝘀 𝘂𝗺 𝘀𝘁𝗼𝗿𝘆 𝗽𝗼𝗿 𝗺𝗲𝗻𝘀𝗮𝗹𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲? Que 96% dos profissionais de #Marketing entrevistados pelo Facebook nos EUA têm planos de continuar usando anúncios em histórias nos próximos seis meses?⁣
𝗖𝗵𝗲𝗴𝗮 𝗱𝗲 𝗳𝗶𝗰𝗮𝗿 𝗲𝗺 𝗽â𝗻𝗶𝗰𝗼 𝗰𝗼𝗺 𝗮𝘀 𝗺𝗲𝗻𝘀𝗮𝗴𝗲𝗻𝘀 𝗿𝗲𝗰𝗲𝗯𝗶𝗱𝗮𝘀 𝗽𝗲𝗹𝗮𝘀 𝗿𝗲𝗱𝗲𝘀 𝘀𝗼𝗰𝗶𝗮𝗶𝘀! 😱 Mensagens automáticas podem te ajudar a conversar melhor com o consumidor, mas há alguns detalhes que você precisa considerar:⁣