Quer aprofundar seus conhecimentos em mídias sociais?

Alguma vez você já se perguntou de onde vem o tráfego do seu site? Então os parâmetros UTM vão mudar o seu mundo! Isso porque eles são a melhor maneira de conhecer o caminho exato que qualquer pessoa faz dos seus anúncios ou publicações até suas páginas de destino.

Embora você possa ver quem clicou em um link no Facebook, bem como o tráfego que chega ao seu site por meio do Google Analytics, os parâmetros UTM levam isso a um nível totalmente novo. Eles fornecem um contexto valioso sobre os seus visitantes que, por fim, ajuda você a criar campanhas melhores para a sua marca.

Mas o que são, exatamente, parâmetros UTM e como eles podem melhorar o seu marketing digital? Continue conosco e entenda!

O que são parâmetros UTM do Google Analytics?

UTM é o acrônimo para Urchin Traffic Monitor. Urchin é o nome do componente comprado pelo Google no começo dos anos 2000, que levou ao desenvolvimento do Google Analytics. O que realmente nos interessa é que os parâmetros UTM são pequenos fragmentos de texto que você vê algumas vezes no final dos URLs.

Eles são incorporados nos links para rastrear a ação cada vez que uma pessoa clica neles. Dessa forma, eles fornecem ao proprietário desse URL informações sobre qual anúncio, post, botão de CTA etc. foi clicado para direcionar um visitante a uma página específica de um site.

Qual a importância de usá-los?

Todo profissional de marketing sabe da importância de usar ferramentas para medir o andamento e os resultados de campanhas digitais. Entre elas está o Google Analytics, que também fornece informações sobre o tráfego que vem desses mesmos pontos de partida, de forma gratuita.

Contudo, os parâmetros UTM oferecem ao Google Analytics a possibilidade de obter resultados ainda mais precisos. Ou seja, eles são uma opção de rastreamento avançado que permitem que você tenha acesso a informações mais específicas.

Por meio deles, você analisa com mais facilidade de onde vem o tráfego do seu site e, assim, sabe quais ações geram mais cliques. Por exemplo: das pessoas que chegaram em um post do seu blog, você pode saber quantas delas vieram de uma campanha no Facebook ou no Twitter.

Essas informações são extremamente valiosas, pois permitem que você acompanhe os resultados de todos os seus canais de mídia digital e, claro, que você avalie quais ações estão dando certo com o seu público.

Como criar os links com parâmetros UTM?

Muito bem, mas como criar uma URL com parâmetros UTM afinal? Para isso, você pode usar o URL Builder, a ferramenta gratuita do Google.

Veja um exemplo de uma URL com parâmetro UTM:

http://nomedosite.com/?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_content=direct-ongoing&utm_campaign=blog&utm_term=word

Agora, vamos às variáveis que podem ser utilizadas nos links para você rastrear:

  • URL: é o link original do seu site, o começo do rastreamento

http://nomedosite.com/

  • Campaign Source: é a plataforma que origina o tráfego (Facebook, Twitter, e-mail marketing etc.)

http://nomedosite.com/?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_content=direct-ongoing&utm_campaign=blog&utm_term=word

  • Campaign Medium: é como o tráfego está chegando a você, seja por meio de uma postagem em rede social, e-mail, e-book etc.

http://nomedosite.com/?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_content=direct-ongoing&utm_campaign=blog&utm_term=word

  • Campaign Content: nos testes A/B essa variável distingue links que levam o usuário à mesma URL

http://nomedosite.com/?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_content=direct-ongoing&utm_campaign=blog&utm_term=word

  • Campaign Name: identifica o nome da campanha

http://nomedosite.com/?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_content=direct-ongoing&utm_campaign=blogpost&utm_term=word

  • Campaign Term: rastreia as palavras-chaves usadas nas campanhas

http://nomedosite.com/?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_content=direct-ongoing&utm_campaign=blog&utm_term=word

Boas práticas para criar links com parâmetros UTM

Criar seus próprios parâmetros UTM exige um profundo conhecimento de sua estratégia de publicidade e marketing. Veja algumas dicas para garantir que você não aumente o seu próprio trabalho, nem que sua equipe crie outros modelos de acompanhamento:

  • você pode usar o encurtador de URL para deixa-la mais amigável;

  • use uma planilha para controlar os parâmetros;

  • não utilize acentos nem caracteres especiais;

  • padronize o formato de cada um dos cinco parâmetros;

  • use uma linguagem simples, de fácil compreensão e que não forneça códigos nem informações confidenciais da empresa;

  • os parâmetros UTM diferenciam maiúsculas de minúsculas, então, é preferível usar letrar minúsculas o tempo todo para não distorcer informações;

  • entenda que o sistema não é perfeito: os usuários podem facilmente excluir longas sequências de informações aparentemente inúteis ao compartilhar conteúdo em suas redes. Isso é o que torna tão difícil acompanhar um dark post. Embora os códigos UTM forneçam contexto adicional, nem sempre são transmitidos quando as pessoas compartilham os artigos diretamente.

Pronto! Agora você já sabe como criar parâmetros UTM para acompanhar o tráfego das suas publicações e campanhas. Uma vez que aquilo que não se mede não pode ser melhorado, utilizar essas ferramentas de rastreamento é uma excelente maneira de avaliar os resultados das suas ações de marketing digital para, então, melhor direcionar as suas campanhas.

Quer ter acesso a mais dicas como estas para melhorar a sua estratégia de marketing? Então passa no nosso blog para ler mais!

#SEO #Campanhas #Copywriting #Algoritmo

Categorias:

Quem escreveu este post?

Mariana Klein

Fundadora da Petit Mídias Sociais, Professora de Marketing Digital e Consultora de Mídias Sociais com mais de uma década de experiência.

Sou Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e minha especialidade é   Performance de Campanhas em Mídias Digitais (Social Ads, Google Ads, Native Ads), com mais de 250 clientes já atendidos em toda a América Latina.   Sou professora há quase 20 anos, atualmente na disciplina de  Marketing Digital na Especialização em Comunicação e Marketing Estratégico  (Faculdade Senac Porto Alegre) e na disciplina de  Métricas de Mídias Sociais no MBA em Mídias Sociais Digitais  (Universidade Franciscana – Santa Maria / RS). 

Quem escreve o blog?

Oi, eu sou a Mariana Klein, fundadora da Petit Mídias Sociais.
Sou Mestre em Administração pela Univ. Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e minha especialidade é Performance de Campanhas em Mídias Digitais, com 250+ clientes já atendidos na América Latina.
Sou professora (há 20~ anos), atualmente leciono as disciplinas de Marketing Digital e Métricas em Mídias Sociais em programas de Pós-Graduação  em Comunicação e Marketing Estratégico (Faculdade Senac Porto Alegre) e no MBA em Mídias Sociais (Universidade Franciscana – Santa Maria / RS), respectivamente.

Instagram
Fazer 𝘂𝗺𝗮 𝗯𝗼𝗮 𝗹𝗶𝘀𝘁𝗮 𝗱𝗲 𝗲𝗺𝗮𝗶𝗹𝘀 é essencial para sua #EstratégiaDeEmailMarketing dar certo. Por isso, é preciso construí-la organicamente, com a autorização dos contatos, e fugir de artimanhas como a compra de listas prontas, que só trazem prejuízos.⁣
Com um bilhão de pessoas usando o Instagram todos os meses, ele é uma 𝗽𝗹𝗮𝘁𝗮𝗳𝗼𝗿𝗺𝗮 𝗰𝗼𝗺 𝗴𝗿𝗮𝗻𝗱𝗲 𝗽𝗼𝘁𝗲𝗻𝗰𝗶𝗮𝗹 𝗱𝗲 𝗥𝗢𝗜. Mas para colher os frutos, você não precisa apenas de um público, você precisa de envolvimento (comentários, compartilhamentos, curtidas, etc.).⁣
Mais uma vez o 𝐖𝐡𝐚𝐭𝐬𝐀𝐩𝐩 está no topo do ranking dos apps mais populares no Brasil. De acordo com os dados do Digital in Brazil 2021, do We Are Social e Hootsuite, ele é o 2° app mais usado por aqui - 91% das pessoas usam o app mensalmente. Ele fica atrás apenas do YouTube (96%). Depois deles estão o Facebook (89%) e o Instagram (86%).⁣
Muito mais que uma plataforma de compartilhamento de fotos, o Instagram lançou uma tonelada de 𝗿𝗲𝗰𝘂𝗿𝘀𝗼𝘀 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝗮𝗷𝘂𝗱𝗮𝗿 𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗮 𝘃𝗲𝗻𝗱𝗲𝗿 𝗱𝗶𝗿𝗲𝘁𝗮𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲 𝗱𝗼 𝗮𝗽𝗹𝗶𝗰𝗮𝘁𝗶𝘃𝗼.⁣
Você sabia que ⅓ dos 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺 𝗦𝘁𝗼𝗿𝗶𝗲𝘀 mais vistos são de empresas? Que 50% 𝗱𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗻𝗼 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺 𝗻𝗼 𝗺𝘂𝗻𝗱𝗼 𝗶𝗻𝘁𝗲𝗶𝗿𝗼 𝗰𝗿𝗶𝗮𝗺 𝗽𝗲𝗹𝗼 𝗺𝗲𝗻𝗼𝘀 𝘂𝗺 𝘀𝘁𝗼𝗿𝘆 𝗽𝗼𝗿 𝗺𝗲𝗻𝘀𝗮𝗹𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲? Que 96% dos profissionais de #Marketing entrevistados pelo Facebook nos EUA têm planos de continuar usando anúncios em histórias nos próximos seis meses?⁣
𝗖𝗵𝗲𝗴𝗮 𝗱𝗲 𝗳𝗶𝗰𝗮𝗿 𝗲𝗺 𝗽â𝗻𝗶𝗰𝗼 𝗰𝗼𝗺 𝗮𝘀 𝗺𝗲𝗻𝘀𝗮𝗴𝗲𝗻𝘀 𝗿𝗲𝗰𝗲𝗯𝗶𝗱𝗮𝘀 𝗽𝗲𝗹𝗮𝘀 𝗿𝗲𝗱𝗲𝘀 𝘀𝗼𝗰𝗶𝗮𝗶𝘀! 😱 Mensagens automáticas podem te ajudar a conversar melhor com o consumidor, mas há alguns detalhes que você precisa considerar:⁣
É hora de deixar pra trás o "não faço ideia do que escrever". Você está preparada para criar anúncios, páginas de venda, posts e e-mails com base em dados e foco em conversão?
𝗤𝘂𝗮𝗹𝗾𝘂𝗲𝗿 𝗽𝗲𝗿𝗳𝗶𝗹 𝗽𝗼𝗱𝗲 𝘀𝗲 𝗶𝗻𝘀𝗰𝗿𝗲𝘃𝗲𝗿 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝘀𝗲𝗿 𝘃𝗲𝗿𝗶𝗳𝗶𝗰𝗮𝗱𝗼 𝗻𝗼 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺. O processo de solicitação é até simples. 𝗦𝗲𝗿 𝗮𝗽𝗿𝗼𝘃𝗮𝗱𝗼 é 𝗼 𝗰𝗼𝗺𝗽𝗹𝗶𝗰𝗮𝗱𝗼. Veja como solicitar o selo:⁣
Em dezembro/2020, principalmente na semana do Natal, a Knewin (empresa de monitoramento de notícias e #MídiasSociais) verificou os assuntos mais comentados no Twitter. Vem ver o que mais repercutiu.