Quer aprofundar seus conhecimentos em mídias sociais?

As mídias sociais permitem que você use variados formatos de publicações e anúncios, e você talvez já saiba que imagens e vídeos são campeões de interação nas redes. Mas a escolha do tipo de publicação sozinha não basta para ter sucesso, é preciso usar chamadas criativas, educativas ou informativas para engajar seu público.

Ao criar as suas chamadas, você já deve ter se perguntado qual é o tamanho ideal do texto: curto ou longo? O número de caracteres das suas publicações em si não é a maior questão a considerar, precisamos levar em conta, também, o equilíbrio entre a qualidade e a quantidade de conteúdo ideal para você maximizar o engajamento das suas publicações.

Considerando que o texto é uma variável importante, podendo ser uma única palavra ou uma breve história, o que é melhor para a sua estratégia nas mídias sociais? Textos longos ou curtos? Trouxemos alguns dados e dicas para ajudar você. Vamos lá?

Qual é o tamanho ideal de textos para o Facebook?

Jeff Bullas diz que 40 caracteres é o número mágico para chamadas no Facebook. Segundo ele, as taxas de engajamento nesse caso são de 86%. O problema é que isso é muito pouco. Em campanhas de marketing digital, é praticamente impossível criar publicações de qualidade com 40 caracteres.

Quando a chamada aumenta para 80 caracteres, a taxa de engajamento cai para 66% (nada mal, convenhamos). A maioria dos profissionais de marketing acredita que textos curtos obtêm melhores resultados que textos longos. Mas será que eles estão certos?

A AdEspresso realizou um experimento que desafia essa crença. Nele, eles testaram 7 anúncios diferentes para a mesma oferta, em que a única coisa que mudava era a chamada. Aqui está um resumo do teste:

  • variação A: uma frase, versão A (afirmação + dados);

  • variação B: uma frase, versão B (pergunta);

  • variação C: lista;

  • variação D: lista + emojis;

  • variação E: um parágrafo;

  • variação F: 3 parágrafos;

  • variação G: 6 parágrafos.

Se você aposta na variação A, você tem a mesma opinião da maioria dos profissionais que responderam a essa pergunta do AdEspresso. Porém, essa versão não só não venceu como também teve um CPA (Custo Por Ação) muito alto.

Agora veja os resultados de cada teste, com o número de leads gerados e seu respectivo CPA (em dólar):

  • um parágrafo: 32 leads, CPA $ 4.83;

  • 3 parágrafos: 28 leads, CPA $ 5.40;

  • 6 parágrafos: 27 leads, CPA $ 5.44;

  • lista: 25 leads, CPA $ 5.64;

  • lista + emojis: 20 leads, CPA $ 7.38;

  • uma sentença versão A: 13 leads, CPA $ 10.82;

  • uma sentença versão B: 12 leads, CPA $ 11.74.

Como saber qual o melhor tamanho de texto para cada anúncio?

Esses dados apresentados sugerem, então, que você padronize todas as suas campanhas em um formato com um parágrafo de texto? Não necessariamente. No fim das contas, (quase) tudo depende do produto ou serviço oferecido.

Algumas proposições de valor são óbvias e podem ser transmitidas em meia dúzia de palavras, especialmente para marcas ou itens bem conhecidos. Para algo mais complexo, porém, o usuário precisa de mais informações para compreender esse valor.

Além disso, o tamanho do texto também é definido pelo seu público. Conheça muito bem a sua persona para, então, produzir conteúdos de alta qualidade para ela. Por exemplo, se seu público pertencer à geração Baby Boomer, há mais chances de que seus textos sejam lidos por inteiro do que se o público for da Geração Z.

Textos longos têm um histórico de má reputação no marketing digital. As pessoas adoram dizer que ninguém lê online — e isso pode, de fato, ser muito verdadeiro. Mas qualquer copywriter bom em gerar conversões lhe dirá o seguinte: não escreva para as pessoas que não leem online. Escreva para as que leem.

Como descobrir o que funciona para o seu negócio? Não assuma nada de antemão, faça testes! Você pode, por exemplo, inserir perguntas no seu texto para gerar mais engajamento do público com menos caracteres. Quem sabe um bom storytelling em seus anúncios?

E quanto às outras mídias sociais?

Veja, a seguir, o tamanho de textos indicados para outras mídias sociais:

  • Instagram: as legendas proporcionam contexto às imagens e aos vídeos, então, se você quer aumentar o engajamento, mantenha 138-150 caracteres (o Facebook recomenda que sejam 125);

  • Twitter: anúncios com 100 caracteres têm mais comentários e retweets;

  • E-mail marketing: o assunto de um e-mail deve conter de 28 a 39 caracteres;

  • Pinterest: a descrição de uma imagem deve ter até 200 caracteres;

  • Blog post: para a Hubspot, um post de 1600 palavras é o ideal, porém, é imprescindível conhecer o seu público (posts de 500 palavras podem ser mais efetivos para o seu).

Quantas vezes você já ouvir falar que “conteúdo é tudo“? Que clichê! Sim, mas é verdade. Conteúdo é fundamental. O Google, inclusive, avalia com severidade a qualidade dos textos e o quão satisfatório eles são para os usuários. Os dados da Backlinko mostram que textos longos são mais bem ranqueados que textos curtos.

Mas nem sempre os textos longos têm maior qualidade que os textos curtos. A questão é que textos longos tendem a solucionar os problemas das pessoas melhor do que os curtos, e o Google deseja exibir nas primeiras posições os conteúdos que gerem mais satisfação nos seus usuários.

Mas não precisamos nem comentar que você não deve sair criando textos longos, cheios de abobrinhas, apenas para enquadrá-los no número ideal de palavras, não é mesmo? Então, se você quer colher bons frutos em longo prazo, crie conteúdo de qualidade que realmente seja útil para a sua audiência.

Faça pesquisas, testes e análises originais e ofereça informações exclusivas, que seus concorrentes não oferecem. Mas não permita que o calendário de conteúdo de post com texto curto ou post com texto longo dite as regras das suas ações de marketing nas mídias sociais.

Estas foram só algumas dicas de como criar boas campanhas de marketing digital. Há, ainda, uma vastidão de pontos para serem explorados.

Quer se aprofundar no assunto e produzir as melhores estratégias de marketing para o seu negócio ou para os seus clientes? Então, se inscreva no nosso curso de Planejamento de Conteúdo para Mídias Sociais e aprenda a direcionar suas ações para engajar seu público!

Quem escreveu este post?

Mariana Klein

Fundadora da Petit Mídias Sociais, Professora de Marketing Digital e Consultora de Mídias Sociais com mais de uma década de experiência.

Sou Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e minha especialidade é   Performance de Campanhas em Mídias Digitais (Social Ads, Google Ads, Native Ads), com mais de 250 clientes já atendidos em toda a América Latina.   Sou professora há quase 20 anos, atualmente na disciplina de  Marketing Digital na Especialização em Comunicação e Marketing Estratégico  (Faculdade Senac Porto Alegre) e na disciplina de  Métricas de Mídias Sociais no MBA em Mídias Sociais Digitais  (Universidade Franciscana – Santa Maria / RS). 

Quem escreve o blog?

Oi, eu sou a Mariana Klein, fundadora da Petit Mídias Sociais.
Sou Mestre em Administração pela Univ. Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e minha especialidade é Performance de Campanhas em Mídias Digitais, com 250+ clientes já atendidos na América Latina.
Sou professora (há 20~ anos), atualmente leciono as disciplinas de Marketing Digital e Métricas em Mídias Sociais em programas de Pós-Graduação  em Comunicação e Marketing Estratégico (Faculdade Senac Porto Alegre) e no MBA em Mídias Sociais (Universidade Franciscana – Santa Maria / RS), respectivamente.

Instagram
Fazer 𝘂𝗺𝗮 𝗯𝗼𝗮 𝗹𝗶𝘀𝘁𝗮 𝗱𝗲 𝗲𝗺𝗮𝗶𝗹𝘀 é essencial para sua #EstratégiaDeEmailMarketing dar certo. Por isso, é preciso construí-la organicamente, com a autorização dos contatos, e fugir de artimanhas como a compra de listas prontas, que só trazem prejuízos.⁣
Com um bilhão de pessoas usando o Instagram todos os meses, ele é uma 𝗽𝗹𝗮𝘁𝗮𝗳𝗼𝗿𝗺𝗮 𝗰𝗼𝗺 𝗴𝗿𝗮𝗻𝗱𝗲 𝗽𝗼𝘁𝗲𝗻𝗰𝗶𝗮𝗹 𝗱𝗲 𝗥𝗢𝗜. Mas para colher os frutos, você não precisa apenas de um público, você precisa de envolvimento (comentários, compartilhamentos, curtidas, etc.).⁣
Mais uma vez o 𝐖𝐡𝐚𝐭𝐬𝐀𝐩𝐩 está no topo do ranking dos apps mais populares no Brasil. De acordo com os dados do Digital in Brazil 2021, do We Are Social e Hootsuite, ele é o 2° app mais usado por aqui - 91% das pessoas usam o app mensalmente. Ele fica atrás apenas do YouTube (96%). Depois deles estão o Facebook (89%) e o Instagram (86%).⁣
Muito mais que uma plataforma de compartilhamento de fotos, o Instagram lançou uma tonelada de 𝗿𝗲𝗰𝘂𝗿𝘀𝗼𝘀 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝗮𝗷𝘂𝗱𝗮𝗿 𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗮 𝘃𝗲𝗻𝗱𝗲𝗿 𝗱𝗶𝗿𝗲𝘁𝗮𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲 𝗱𝗼 𝗮𝗽𝗹𝗶𝗰𝗮𝘁𝗶𝘃𝗼.⁣
Você sabia que ⅓ dos 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺 𝗦𝘁𝗼𝗿𝗶𝗲𝘀 mais vistos são de empresas? Que 50% 𝗱𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗻𝗼 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺 𝗻𝗼 𝗺𝘂𝗻𝗱𝗼 𝗶𝗻𝘁𝗲𝗶𝗿𝗼 𝗰𝗿𝗶𝗮𝗺 𝗽𝗲𝗹𝗼 𝗺𝗲𝗻𝗼𝘀 𝘂𝗺 𝘀𝘁𝗼𝗿𝘆 𝗽𝗼𝗿 𝗺𝗲𝗻𝘀𝗮𝗹𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲? Que 96% dos profissionais de #Marketing entrevistados pelo Facebook nos EUA têm planos de continuar usando anúncios em histórias nos próximos seis meses?⁣
𝗖𝗵𝗲𝗴𝗮 𝗱𝗲 𝗳𝗶𝗰𝗮𝗿 𝗲𝗺 𝗽â𝗻𝗶𝗰𝗼 𝗰𝗼𝗺 𝗮𝘀 𝗺𝗲𝗻𝘀𝗮𝗴𝗲𝗻𝘀 𝗿𝗲𝗰𝗲𝗯𝗶𝗱𝗮𝘀 𝗽𝗲𝗹𝗮𝘀 𝗿𝗲𝗱𝗲𝘀 𝘀𝗼𝗰𝗶𝗮𝗶𝘀! 😱 Mensagens automáticas podem te ajudar a conversar melhor com o consumidor, mas há alguns detalhes que você precisa considerar:⁣
É hora de deixar pra trás o "não faço ideia do que escrever". Você está preparada para criar anúncios, páginas de venda, posts e e-mails com base em dados e foco em conversão?
𝗤𝘂𝗮𝗹𝗾𝘂𝗲𝗿 𝗽𝗲𝗿𝗳𝗶𝗹 𝗽𝗼𝗱𝗲 𝘀𝗲 𝗶𝗻𝘀𝗰𝗿𝗲𝘃𝗲𝗿 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝘀𝗲𝗿 𝘃𝗲𝗿𝗶𝗳𝗶𝗰𝗮𝗱𝗼 𝗻𝗼 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺. O processo de solicitação é até simples. 𝗦𝗲𝗿 𝗮𝗽𝗿𝗼𝘃𝗮𝗱𝗼 é 𝗼 𝗰𝗼𝗺𝗽𝗹𝗶𝗰𝗮𝗱𝗼. Veja como solicitar o selo:⁣
Em dezembro/2020, principalmente na semana do Natal, a Knewin (empresa de monitoramento de notícias e #MídiasSociais) verificou os assuntos mais comentados no Twitter. Vem ver o que mais repercutiu.