Quer aprofundar seus conhecimentos em mídias sociais?

O ambiente digital é o lugar preferido de quem tem alguma coisa para dizer. Passamos alguns anos fazendo isso com o Orkut, blogs, Facebook, Twitter, sites de notícias e, mais recentemente, estamos apaixonadamente usando o WhatsApp para passar o dia conversando com família e amigos.

No SXSW deste ano, uma das palestras mais legais que assisti foi a da Fernanda Saboia sobre WhatsApp como ferramenta de CRM, me tirou da minha zona de conforto e me abriu a mente para como WhatsApp pode ser uma coisa séria.

Sim, porque eu não sou a maior defensora do WhatsApp e, antes de assistir essa palestra, inclusive, eu diria para quem quisesse ouvir que não entendia tanto amor pela ferramenta, que a considerava invasiva e a sensação de tempo real me deixa um tanto desconfortável. E, mais importante: acho que não é lugar de falar de trabalho (sim, sou daquelas que preferem ter registro de tudo por e-mail).

Uma das minhas preocupações de segurança parece que foi solucionada nos últimos dias, com o uso da criptografia de ponta-a-ponta, e já começo a concordar com a Fernanda: ele pode ser uma ferramenta importante para pequenos e médios negócios.

Gratuito (tá, US$ 0,99 ao ano, depois do primeiro ano de uso), simples e usado por praticamente todo mundo: poucas coisas são melhores quando se pensa em estar perto dos consumidores, certo?

A grande pergunta, então, é como usá-lo sem enlouquecer, sem ter problemas e de forma a consolidar sua marca. Eis algumas das minhas anotações da palestra, vamos ver se ajuda a clarear as ideias de quem quer ter o aplicativo como aliado.

Devo contratar uma agência para cuidar do meu Whats?

Sim e não. Por um lado, é uma ótima ideia ter apoio profissional para criação de peças, para ajudar a estruturar ações de divulgação e alinhar uma linha de comunicação.

Por outro lado, como a ferramenta é o mais próximo que se pode chegar de tempo real, não faz sentido o telefone estar lá na agência e as mensagens terem de ser encaminhadas para a empresa para serem respondidas. Quem tem que responder é a própria empresa.

Qualquer empresa pode usar?

Basicamente, sim. A Chevrolet usa, o salão de beleza do seu bairro usa, concessionárias usam para agendamento de serviços e a secretária da minha nutricionista usa para confirmar consultas. Basta ter um objetivo em mente e divulgar este número na sua comunicação em outras redes.

Mas, então, quer dizer que eu posso pegar minha lista de contatos e enviar mensagem para todos?

Por favor, não faça isso. Primeiro porque é bem chato receber comunicações que você não solicitou, e depois porque você pode ser banido do aplicativo, e aí pode pegar mal com seus consumidores ficar trocando de número. Até existe uma forma de enviar mensagens individuais para várias pessoas, mas ela só funciona se todos os contatos tiverem o seu número registrado.

Como usar o WhatsApp de um jeito legal e sem invadir a privacidade dos meus consumidores?

Comece perguntando para as pessoas se elas querem ser contatadas por lá. Na palestra a Fernanda deu o exemplo de uma academia que inseriu um campo na ficha de matrícula perguntando se o aluno quer participar do grupo deles. Vale lembrar que o WhatsApp é uma empresa do Facebook, o mesmo Facebook que apenas permite que empresas iniciem conversas via mensagem privada com quem comentar em um post da página, ou seja, eles são contra spam (e você não quer seu número bloqueado, né?).

Depois de ter certeza de que as pessoas querem te ouvir, convide-as a adicionarem o seu número na lista de contatos e planeje como você vai conversar com elas. Lembre que você não está falando com amigos, talvez não seja um bom caminho desejar bom dia todos os dias, por exemplo, mas pode ser bem legal ter um boletim semanal com as novidades da sua loja, ou apenas usar o aplicativo quando tiver algo muito importante a dizer. Não force a barra, isso pode afastar quem mais importa para você nesta empreitada.

Já usou o WhatsApp na sua empresa ou com seus clientes? Compartilhe sua experiência nos comentários, quero saber como os colegas e empresários estão se virando com o zapzap! 🙂

Publicado originalmente aqui.


Já viu nossa lista de cursos disponíveis? Conheça aqui.

Quem escreveu este post?

Mariana Klein

Fundadora da Petit Mídias Sociais, Professora de Marketing Digital e Consultora de Mídias Sociais com mais de uma década de experiência.

Sou Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e minha especialidade é   Performance de Campanhas em Mídias Digitais (Social Ads, Google Ads, Native Ads), com mais de 250 clientes já atendidos em toda a América Latina.   Sou professora há quase 20 anos, atualmente na disciplina de  Marketing Digital na Especialização em Comunicação e Marketing Estratégico  (Faculdade Senac Porto Alegre) e na disciplina de  Métricas de Mídias Sociais no MBA em Mídias Sociais Digitais  (Universidade Franciscana – Santa Maria / RS). 

Instagram
Fazer 𝘂𝗺𝗮 𝗯𝗼𝗮 𝗹𝗶𝘀𝘁𝗮 𝗱𝗲 𝗲𝗺𝗮𝗶𝗹𝘀 é essencial para sua #EstratégiaDeEmailMarketing dar certo. Por isso, é preciso construí-la organicamente, com a autorização dos contatos, e fugir de artimanhas como a compra de listas prontas, que só trazem prejuízos.⁣
Com um bilhão de pessoas usando o Instagram todos os meses, ele é uma 𝗽𝗹𝗮𝘁𝗮𝗳𝗼𝗿𝗺𝗮 𝗰𝗼𝗺 𝗴𝗿𝗮𝗻𝗱𝗲 𝗽𝗼𝘁𝗲𝗻𝗰𝗶𝗮𝗹 𝗱𝗲 𝗥𝗢𝗜. Mas para colher os frutos, você não precisa apenas de um público, você precisa de envolvimento (comentários, compartilhamentos, curtidas, etc.).⁣
Mais uma vez o 𝐖𝐡𝐚𝐭𝐬𝐀𝐩𝐩 está no topo do ranking dos apps mais populares no Brasil. De acordo com os dados do Digital in Brazil 2021, do We Are Social e Hootsuite, ele é o 2° app mais usado por aqui - 91% das pessoas usam o app mensalmente. Ele fica atrás apenas do YouTube (96%). Depois deles estão o Facebook (89%) e o Instagram (86%).⁣
Muito mais que uma plataforma de compartilhamento de fotos, o Instagram lançou uma tonelada de 𝗿𝗲𝗰𝘂𝗿𝘀𝗼𝘀 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝗮𝗷𝘂𝗱𝗮𝗿 𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗮 𝘃𝗲𝗻𝗱𝗲𝗿 𝗱𝗶𝗿𝗲𝘁𝗮𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲 𝗱𝗼 𝗮𝗽𝗹𝗶𝗰𝗮𝘁𝗶𝘃𝗼.⁣
Você sabia que ⅓ dos 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺 𝗦𝘁𝗼𝗿𝗶𝗲𝘀 mais vistos são de empresas? Que 50% 𝗱𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗻𝗼 𝗜𝗻𝘀𝘁𝗮𝗴𝗿𝗮𝗺 𝗻𝗼 𝗺𝘂𝗻𝗱𝗼 𝗶𝗻𝘁𝗲𝗶𝗿𝗼 𝗰𝗿𝗶𝗮𝗺 𝗽𝗲𝗹𝗼 𝗺𝗲𝗻𝗼𝘀 𝘂𝗺 𝘀𝘁𝗼𝗿𝘆 𝗽𝗼𝗿 𝗺𝗲𝗻𝘀𝗮𝗹𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲? Que 96% dos profissionais de #Marketing entrevistados pelo Facebook nos EUA têm planos de continuar usando anúncios em histórias nos próximos seis meses?⁣
𝗖𝗵𝗲𝗴𝗮 𝗱𝗲 𝗳𝗶𝗰𝗮𝗿 𝗲𝗺 𝗽â𝗻𝗶𝗰𝗼 𝗰𝗼𝗺 𝗮𝘀 𝗺𝗲𝗻𝘀𝗮𝗴𝗲𝗻𝘀 𝗿𝗲𝗰𝗲𝗯𝗶𝗱𝗮𝘀 𝗽𝗲𝗹𝗮𝘀 𝗿𝗲𝗱𝗲𝘀 𝘀𝗼𝗰𝗶𝗮𝗶𝘀! 😱 Mensagens automáticas podem te ajudar a conversar melhor com o consumidor, mas há alguns detalhes que você precisa considerar:⁣